Irmãos pregam pegadinha (sensacional) na mãe via WhatsApp com simulação de sequestro

Criança de férias em casa, normalmente, é sinônimo de muita confusão, trapalhadas e “otras cositas más”. Quando a criança ganha um cúmplice, então, o cenário se torna ainda mais promissor!

Veja o caso da família Bilek, de Londrina, no Paraná. A estudante de Jornalismo Pietra Bilek, de 19 anos, compartilhou em seu perfil no Facebook, na última terça-feira, um episódio bizarramente engraçado envolvendo os irmãos mais novos Pedro, de 16 anos, e Arthur, de 6.

Os rapazinhos tiveram a brilhante ideia de pregar uma peça na mãe, Dona Cleia Bilek, simulando o sequestro do caçula. A sequência de fotos é simplesmente hilária.

Ao EXTRA, Pietra comentou o passo a passo da pegadinha e como participou indiretamente de toda a peripécia.

— Eu trabalho de manhã para um blog e chego em casa por volta de 13h. O Pedro e a minha mãe trabalham na agência de publicidade do meu pai, mas como o Arthur está de férias, a gente está se revezando para cuidar dele. Quando cheguei em casa, o Arthur estava cheio de fita crepe. Eu ri e falei: ‘Não sou eu quem vou impedir’. Fui fazer umas coisas da faculdade e quando voltei o Arthur estava dentro de um saco preto — relembra Pietra.

Apesar de toda a diversão na peça pregada na mãe, Pietra confessa que, assim como Dona Cleia, ficou chocada com a cena do pequeno irmão a muitos metros de altura.

— Eu parei do lado deles com cara de: ‘O QUE TÁ ACONTECENDO?’ O Pedro foi me mostrar as fotos, minha reação foi a mesma da minha mãe: “PEDRO VOCÊ COLOCOU O ARTHUR NO TELHADO!” — se diverte a jovem.

Após o susto, Pietra relembra que foi ela mesma a responsável por tirar a foto da “ressurreição” de Arthur.

— No fim, eles pularam na piscina e falaram: “Vamos ressuscitar o Arthur pra mãe ficar tranquila”. Aí eu tirei as fotos e mandei pra ela com um áudio dizendo que estava tudo bem — comenta a estudante.

Segundo a mocinha, os irmãos mais novos já costumam enviar as mais divertidas “aventuras” à mãe pelo WhatsApp.

— Meu irmão tem um carrinho de compras que ele pegou na rua, a gente coloca o Arthur dentro sempre e manda fotos pra minha mãe — adiciona Pietra.

Coitada da Dona Cleia, minha gente!

Do Extra

 

 

Leia também Outras notícias