Salvador registra 723 casos de tuberculose com 14 mortes em seis meses

Foto Reprodução

Salvador registrou 723 casos de tuberculose com 14 mortes entre janeiro e julho desse ano, segundo dados divulgados nesta sexta-feira (14) pela prefeitura.

A doença, que muitos julgavam extinta, preocupa as autoridades de saúde locais, já que somente em 2015, 1.618 casos novos foram notificados e 130 pessoas morreram na capital baiana.

A situação é preocupante também nos demais municípios baianos. Em março, a Secretaria Estadual de Saúde (Sesab) informou que a Bahia é o terceiro estado do país e o primeiro da região nordeste em número de casos de tuberculose. Somente entre 2013 e 2015, mais de 14 mil pessoas tiveram a doença no estado e 1,1 mil morreram.

Ainda conforme a secretaria, Salvador aparece como a terceira capital em número de casos da doença, com uma média de 2 mil novas notificações por ano. A Secretaria Municipal de Saúde (SMS), por sua vez, criou o chamado “Grupo Condutor Municipal de Controle da Tuberculose”, para planejar ações de prevenção, promoção e assistência de reabilitação de pacientes.

Em cronograma a ser definido nos próximos dias, conforme a administração municipal, a equipe se reunirá para elaborar políticas públicas voltadas para o tema. O primeiro encontro ocorre na próxima segunda-feira (17). Uma das medidas a ser pensada é a descentralização do serviço de prevenção e diagnóstico da doença para ambientes onde haja pessoas vulneráveis à infecção, a exemplo dos lugares que concentram moradores de rua.

Do V Da Bahia

Leia também Outras notícias