Padre é acusado de abusar sexualmente de adolescentes em Minas Gerais

Foto: Reprodução / EPTV

A Polícia Civil suspeita que um padre da cidade de Arceburgo, em Minas Gerais, tenha abusado sexualmente de duas adolescentes. O caso mais recente é de uma jovem de 14 anos, coroinha na igreja onde o suspeito é pároco.

O segundo caso, que ainda está sob suspeita, teria acontecido há oito anos. Hoje a vítima, uma jovem, estaria com 18 anos. “Existe a suspeita de mais uma vítima, uma mulher, que está sendo investigado”, reforçou a delegada Renata Mattoso Libório, em entrevista ao G1.

A investigação começou com o registro de um boletim de ocorrência na tarde desta quarta-feira (26). A adolescente de 14 anos contou à polícia que o primeiro abuso aconteceu após uma celebração ecumênica, quando o padre teria tirado a blusa da vítima e a beijado. A família relatou que os abusos teriam começado em março deste ano. Em um vídeo que circula nas redes sociais, o padre aparece em cima da adolescente, que está sem blusa e é beijada na boca. “Esse vídeo foi na casa paroquial, no quarto dele, pelo que a gente está apurando.

Nós vamos fazer perícia criminal para ver se as imagens realmente condizem com o quarto dele. E ela relata agora que também aconteceu na casa dela outras vezes”, explicou a delegada. A garota foi incentivada por dois amigos a gravar tudo com o celular. O Conselho Tutelar da cidade acompanha o caso. A menina deixou a casa dos pais. A Diocese de Guaxupé (MG) informou que o padre suspeito do abuso está em um retiro no estado de São Paulo e afastou o religioso para averigual os possíveis fatos e acontecimentos.

Do G1

Leia também Outras notícias