Apenas 10% dos brasileiros se preocupam com câncer de próstata, aponta pesquisa

Uma pesquisa realizada pelo Datafolha revelou que apenas 10% dos torcedores homens brasileiros se preocupa com o câncer de próstata. Encomendada pela Sociedade Brasileira de Urologia, o Instituto Oncoguia e a Bayer, o levantamento mostrou ainda que 29% deste público se preocupa com o câncer em geral, enquanto 20% estão atentos a doenças cardiovasculares.

Foram entrevistados homens que frequentam os estádios de futebol, com o objetivo de identificar motivos que impedem os brasileiros de cuidar da própria saúde. Apesar de 76% identificarem o toque retal como um exame importante para o diagnóstico da doença, cerca de 48% dos entrevistados afirmaram acreditar que o machismo é o principal motivo pelo qual os homens não fazem o exame.

Além disso, outros 21% disseram não considerar o procedimento “coisa de homem” e 12% apontaram a vergonha e o constrangimento como impeditivos. “Tais dados confirmam a necessidade de trabalhar a conscientização da população a fim de promover a prevenção e o cuidado com a saúde. O brasileiro precisa entender que o exame de toque é um procedimento simples, indolor e rápido, e que acima de tudo é essencial para o diagnóstico de qualquer alteração da próstata”, afirmou  Archimedes Nardozza, Presidente da Sociedade Brasileira de Urologia.

Os resultados mostraram ainda que, embora 62% dos entrevistados afirmem já ter ido ao urologista, 34% não fazem o acompanhamento recomendado pelos médicos pois se consideram saudáveis. Entre os entrevistados com mais de 60 anos, cerca de 27% nunca fizeram o exame de toque.

Do BN

Leia também Outras notícias